A Prefeitura

Criada em 1989 como Prefeitura do Campus Administrativo de Pirassununga, passando a ser designada com a nomenclatura de Coordenadoria do Campus a partir de março de 2009 e como Prefeitura do Campus USP de Pirassununga após fevereiro de 2012. Dia 17/10/2015 foi publicada no DOE a alteração do nome para Prefeitura do Campus Fernado Costa, retificada dia 05/11/2015 para Prefeitura do Campus USP “Fernando Costa”.

Teve como Administradores:

1989 a 1994 – Prof. Dr. Pedro Eduardo de Felício

1995 a 1997 – Prof. Dr. Sinval Silveira Neto

1998 a 1999 – Prof. Dr. Edison Schalch

2000 a 2001 – Prof. Dr. Ricardo de Albuquerque

2002 a 2005 – Prof. Dr. Marcus Antonio Zanetti

2006 a 08/03/2014 – Prof. Dr. Marcelo Machado De Luca de Oliveira Ribeiro

A partir de 10/03/2014:

Prefeito: Prof. Dr. Flávio Vieira Meirelles

Vice-Prefeito: Prof. Dr. Arlindo Saran Netto


 

Conforme RESOLUÇÃO Nº 4523, DE 06 DE JANEIRO DE 1998:

 

CAPÍTULO V

DA PREFEITURA E SEUS FINS

Artigo 10 – A Prefeitura do Campus, dirígida pelo Prefeito é o órgão executivo da administração do Campus e das atividades comuns de suporte às unidades.

Parágrafo único – Tem por finalidade apoiar as atividades de ensino e pesquisa das unidades no âmbito de sua competência.

Artigo 11 – À Prefeitura do Campus compete,

I – fazer cumprir o Plano Diretor Territorial do Campus, conforme parágrafo único do art.30 do Regimento Geral;

II – controlar o uso e ocupação do solo do Campus;

III – cuidar da infra-estrutura geral do Campus e específica das criações;

IV – administrar o conjunto de alojamento estudantil, conforme o art.29 do Regimento Geral, e obedecendo o regulamento de moradia estudantil do Campus;

V – preservar os recursos naturais existentes no Campus.

 

CAPÍTULO IV

DO PREFEITO

Artigo 12 – Ao Prefeito do Campus compete:

I – coordenar e supervisionar as atividades administrativas, técnicas e sócio-culturais do Campus e representá-lo quando necessário;

II – zelar pela fiel execução do Estatuto, do Regimento Geral da USP e do Regimento do Campus;

III – executar e fazer cumprir as deliberações do Conselho do Campus;

IV – convocar e presidir as reuniões do Conselho do Campus, com direito a voto, além de qualidade;

V – elaborar a proposta orçamentária da Prefeitura;

VI – baixar portarias e instruções no âmbito de sua competência;

VII – propor a contratação ou admissão, aprovar a escala de férias, bem como propor a demissão, dispensa, prorrogação e rescisão contratual do pessoal técnico administrativo da Prefeitura do Campus, atendidas as disposições legais vigentes;

VIII – exercer o poder disciplinar no âmbito da Prefeitura;

IX – convocar as eleições dos representantes referidos nos incisos IV, V e VI do art. 3º;

X – tomar, em casos de urgência, as medidas que se fizerem necessárias ad referendum do Conselho do Campus;

XI – exercer quaisquer outras atribuições conferidas pelo Reitor.