Divisão de Produção Agropecuária – DVAGRO

DIVISÃO TÉCNICA DE PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA

A DVAGRO é composta pela Chefia Técnica de Divisão, Seção Técnica de Processamento, Seção de Fábrica de Ração, Seção de Abatedouro, Seção de Laticínios, Seção de Máquinas Agrícolas,  Seção Técnica de Atividades Pecuárias, Seção de Caprinos, Ovinos e Cunicultura, Setor de Suínos, Setor de Bovino de Corte e Bubalinos, Seção de Bovinos de Leite, Setor de Equinos.

Tem como funções: gerenciar e manejar as criações; realizar a articulação das diversas produções do Campus com as Seções de Processamento;  manter os serviços agrícolas que envolvem o trabalho de preparo do solo para o plantio; colheitas diversas; limpeza e conservação do paisagismo; dar suporte às atividades de ensino, pesquisas e extensão.

 


Fernando Hypolito de Araujo
Chefe Técnico de Divisão

Daniele Aparecida Gravena Balduino da Silva

Renato Nascimento Rodrigues
Zootecnista

(19) 3565.4165


Seção Técnica de Processamento

Dispõe de uma Seção de Laticínios, uma Seção de Abatedouro e uma Seção Fábrica de Ração que auxiliam o ensino e a pesquisa nas áreas de tecnologia do leite, da carne e derivados e produção de rações.

(19) 3565.4391


Maico Gabriel Alves de Godoy
Chefe de Seção 

Jose Humberto Martins

Seção Fábrica Ração

A Fábrica de Ração, moderna e informatizada, composta de equipamentos de última geração, com capacidade de produção de 4 toneladas/hora. Produz rações fareladas e peletizadas e possui uma extrusora para matéria-prima. Além de atender as necessidades das Seções de Criação animal desta Prefeitura, dá apoio às pesquisas conduzidas por docentes, alunos de graduação e pós-graduação das Unidades da Universidade de São Paulo.

(19) 3565.4013


Claudio de Jesus Aparecido São Romão
Chefe de Seção

Ioneo Alexandre da Cunha

Jose Luiz Aparecido Landgraf

Sebastiao Rossi

Anderson Cristiano de Oliveira Pagotti
Seção de Oficinas

Seção Abatedouro

Com registro no SISP, o abatedouro é usado para o abate de bovinos, bubalinos, suínos, ovinos, caprinos, coelhos e aves oriundos das diversas criações do Campus e auxilia na realização de aulas práticas de tecnologia de produtos de origem animal. Possui uma câmara fria e de congelamento com capacidade para estocagem de 50 carcaças bovinas ou 120 suínas. Os equipamentos disponíveis permitem que sejam produzidos embutidos defumados, como presunto, salame, linguiça, bacon, copa, lombo, calabresa, paio e mortadela. Esses produtos são fornecidos para os restaurantes universitários e muito apreciados pelos consumidores.

(19) 3565.4055


Elso Carlos Terciotti
Chefe de Seção

Andreza Aline de Mattos

Benedito Aparecido Rodrigues

Mauricio Aparecido Scharlack

Mauricio Cristiano de Oliveira Pagotti

Seção Laticínios

Conta com uma mini-usina para pasteurização e envasamento com capacidade de até 1.000 litros/hora e com equipamentos que permitem produzir iogurtes, sorvetes, queijos minas frescal, tipo mussarela e produtos lácteos utilizando o leite produzido nas diversas criações. O Laticínio atende ao ensino e pesquisa na área de Tecnologia do Leite, contando ainda com laboratório para análises físico-químicas, permitindo uma excelente qualidade de produção. Os produtos fabricados são fornecidos para o Restaurante Universitário.

(19) 3565.4051


Silvia Elaine Trepador
Chefe de Seção

Dorival Dias de Oliveira

Guilherme de Souza Silva

Sebastiao Valentim Navarro

Seção Máquinas Agrícolas (ScMaq)

Esta seção é responsável pelas atividades agrícolas de plantio, cultivo e colheita, visando apoiar o ensino, pesquisa e a produção e conta com um pivô central de irrigação para a época de estiagem (inverno), utilizado nas plantações de milho e soja.

(19) 3565.4303


Fabrício Dolfini
Chefe de Seção 

Ademir Julio Waller da Cunha

Adilson Marques de Oliveira

Cezar Andrietta

Darci Bercke

Edgar Berck

Jose Marcilio de Godoy

Jose Luis Privatti

Laercio Vioto

Seção Agricultura e Recursos Naturais (ScRen)

Sob sua responsabilidade estão o plantio das diversas culturas, limpezas, roçadas, cortes de lenha, áreas de cultivo de eucalipto, manutenção de águas acumuladas em represas, APP (Áreas de Preservação Permanentes), áreas de reservas naturais e suporte às pesquisas.

(19) 3565.4040

Equipe da Seção Técnica de Atividades Agrícolas:


Herson Donizeti Lissoni
Chefe de Seção

Eduardo Bueno de Campos

Edson de Arruda

Fannuel Endrigo Portugal de Oliveira

Israel Andrietta

Joao Batista Antero

Jose Andrietta Neto

Jose Antonio Borges

Jose Antonio Carvalho

Jose Antonio da Costa

Luiz Ricardo Portugal

Nivaldo Aparecido Scherma

Mauricio de Arruda

 Seção Técnica Atividades Pecuárias (ScAtPec)

A Seção Técnica Atividades Pecuárias dá apoio às criações animais e suporte ao ensino, pesquisa e extensão.


Alex Borges Gomes
Chefe de Seção

(19) 3565.4080


Seção de Caprinos, Ovinos e Cunicultura

Caprinocultura conta com um rebanho das raças Parda-Alpina e Saanen, o rebanho de caprinos atende ao ensino e ao desenvolvimento de pesquisas, bem como a produção de carne e leite. O leite produzido pelas cabras, dotado de uma caseína diferenciada, é pasteurizado e envasado na Seção de Laticínios, constituindo um excelente alimento que atende principalmente a comunidade infantil alérgica a outros tipos de leite.

A criação de ovinos atende ao ensino, pesquisa e à produção de carne, com grande e crescente aceitabilidade pelos consumidores. Dotado de sistema de creep-feeding nas baias, os cordeiros ficam prontos para o abate mais precocemente, dando melhor qualidade à carne e acabamento de carcaça.

O setor de Cunicultura com as raças Nova Zelândia, Califórnia e seus cruzamentos, contribui com as unidades de ensino, com pesquisas e extensão. A carne de coelho é apreciada pelos consumidores por apresentar baixo teor de colesterol. O Setor é sempre requisitado em visitas de outras instituições externas ao Campus.

Ovinocultura: (19) 3565.4085

Cunicultura: (19) 3565.4073


Jose Roberto Balduino da Silva
Chefe de Seção

Joao Carlos Rozim de Andrade


Jose Roberto Boteon

Renato Nordel de Souza

Setor de Suínos

Com uma estrutura que permite a criação semi-confinada, o setor de suinocultura tem como objetivo atender ao ensino, pesquisas e extensão das unidades locadas neste Campus. O plantel de suínos das raças Landrace e Large White das melhores linhagens genéticas e seus cruzamentos são destinados para a produção de carnes e seus derivados, que são consumidos no Restaurante Universitário da USP.

(19) 3565.4098


Anderson Serafin Seugling
Encarregado de Setor

Ademilson Carlos de Arruda

Ademir Evaristo

Mario Ferrarezi

 


Seção de Bovinocultura de Corte e Bubalinos

O rebanho de bovinos de corte, sendo a Nelore a principal raça, é utilizado nos trabalhos de pesquisa em nutrição, forragicultura, reprodução e melhoramento genético, e nas aulas práticas de manejo e sanidade. Possui estrutura que permite manejar e avaliar permanentemente os animais em todas as fases do ciclo produtivo, como cria, recria, engorda e terminação, sendo esta em confinamento, permitindo ótimo acabamento de carcaça, como excelente qualidade de carne, que é fornecida principalmente para os restaurantes universitários da USP.

Bovino de Corte (19) 3565.4075


Armando Vansan Filho
Chefe de Seção

Edgar Francisco Pavao

Gustavo Barreto Mourão

Luis Tadeu de Oliveira

Paulo Cesar Selarin

Ricardo Vagner Goncalves

Valdir da Silva

Seção de Bovinos de Leite

Com uma produção média de 800 litros de leite/dia, este rebanho da raça Holandesa, dá suporte para aulas práticas, pesquisas e extensão às unidades alocadas neste Campus. Possui um sistema de ordenha mecanizada de alto padrão tecnológico e estruturas como free-stall, instalações individuais para bezerros e piquetes independentes de acordo com a faixa etária das novilhas, que permitem manejar os animais com ênfase para a sanidade, conforto e bem-estar animal.
Toda a produção é enviada à Seção de Laticínios, onde parte é pasteurizada e envasada e o restante destinado à produção de queijos frescais, mussarelas, iogurtes, sorvetes e bebidas lácteas, atendendo a comunidade do Campus e Restaurantes Universitários da USP.

O rebanho de Bubalinos é composto principalmente pela raça Mediterrânea com animais para a produção de carne e leite e como suporte para aulas práticas, pesquisas e extensão. O setor possui uma estrutura de curral para manejo e sistema de ordenha mecânica.

(19) 3565.4168


André Valente de Sá
Chefe de Seção

Jose Antonio Coelho

João Paulo Pagotti

Paulo Roberto Benine

Valmir Donizetti Botteon

Setor de Equinos

Tem a finalidade de atender as criações do Campus com animais para a lida diária e suporte ao ensino, pesquisa e extensão. O setor possui baias e troncos de contenção, permitindo manejo diário dentro do padrão que a criação exige. As raças criadas estão direcionadas para a produção de animais com qualidade e padrões genéticos elevados devido à diversificação de raças e o potencial genético dos garanhões.

(19) 3565.4071


Roberlei Aparecido Barbosa Rodrigues
Encarregado de Setor

Edilson Jose da Silva

Vitor Eugenio Baptistella